Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

A última publicação de Ludmila Ferber no seu perfil no Instagram foi feita há dois dias. “Quando tudo parece estranho ao redor, buscar tua face é preciso, Deus. Quando a gente não sabe o que está ocorrendo, buscar tua face é preciso, Deus. Quando a fúria dos ventos vem contra nós, e a vontade é sumir e calar a voz, é nessa hora que a gente precisa lutar e jamais desistir. Justamente agora é o momento de se humilhar e buscar a face de Deus“, “Esse é um trecho da minha canção ‘Buscar Tua Face é Preciso’, disponível em todas as plataformas digitais. Tenho certeza que essa música vai renovar as suas forças para continuar a jornada, mas lembre-se, busque a Face de Deus!!” Foram praticamente as últimas palavras de Ludimila Ferber nas Redes Sociais.

A cantora Gospel e Pastora Ludmila Ferber morreu na tarde desta quarta-feira (26), aos 56 anos em decorrência ao um câncer no Pulmão que vinha lutando desde de 2018. O câncer havia tomado todo seu corpo, ela mesma revelou o diagnóstico. “‘Em tempos de guerra, nunca pare de lutar’. Hoje estou entrando num momento único e surpreendente da minha vida: o tratamento de quimioterapia. Mas, ainda que o ritmo de viagens para ministrações diminua durante um tempo, meu ministério não parou. E nem vai parar”, comentou a pastora Ludmila.

Sou grata por todo o amor e apoio que tenho recebido desde o diagnóstico e creio que já estou no caminho do meu milagre. Essa é a hora de profetizar profundamente as canções que tem abençoado a tantos por todos esses anos. Por favor, intercedam por mim, e, acima de tudo, alegrem-se, porque a glória da segunda casa será maior do que a primeira“, completou.

Com uma grande experiência de fé e resistência, a Cantora e Pastora Ludimila Ferber passou a ser um símbolo de resistência para outras mulheres, tendo em vista ao seu passado. Para muitas mulheres sejam cristãs ou não, Ludmila Ferber foi uma grande amiga, um abraço apertado, pois durante o processo em que esteve doente, falou sobre abusos sofridos em casa, ela sofreu muitas agressões, mesmo ministrando, nunca parou de acreditar, de ter fé e de prosseguir, foram anos pra ela conseguir falar sobre esse período da vida que viveu. Esse é o legado de Ludmila: nunca parou de lutar.

Vários famosos e pessoas da sociedade se manifestaram nas Redes Sociais, famosos do mundo Gospel e vários famosos da Música Popular Brasileira, deixaram mensagens no Twitter, Instagram, TikTok. O Criador de Conteúdo, Comunicador, Produtor Audio Visual, Rick Trindade Twittou: “Quando meu pai estava internado (tbm com câncer) eu sempre cantava “O escape, o descanso, a cura A recompensa vem sem demora”. Hoje por coincidência eu ouvi “Ouço Deus Me Chamar”. Que triste ler que Ludmila Ferber faleceu. Mas que ela esteja em paz depois de lutar tanto. Já a Pedagoga Lio também Twittou: “Ludmila Ferber marcou minha vida. Na igrejinha neopentecostal majoritariamente composta por mulheres, suas músicas nos conduziram em adoração, ainda no play back. Segurávamos as mãos umas das outras e cantávamos “aguenta firme, não desista, continue a lutar“. era muito poderoso.

Joelma e Ludmila Ferbe – Foto: reprodução

Algumas cantoras já interpretaram a música “Em tempo de guerra, nunca pare de lutar”, como a saudosa Marília Mendonça, Joelma, entre outras, e quem nunca cantou essa música em momentos difíceis? Realmente essa música marcou a história e deixou um legado. Ludmila, que foi casada de 1987 a 2014 com José Antônio Lino, deixa as três filhas do ex-casal: Daniela Ferber Lino, Ana Lídia Ferber Lino e Vanessa Ferber Lino. Nossos sentimentos a toda família. “Descance em paz Ludmila Ferber!

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook