Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Mais um caso de violência em Maricá, região Metropolitana do Estado,  chocou moradores da cidade nesta quinta-feira, o vereador  Ismael Breve de Marins (DEM), de 59 anos, e seu filho, Thiago André Marins de Marins, 33, foram assassinados a tiros, na madrugada desta quinta-feira. De acordo com informações, o crime aconteceu por volta das 03:20hs na residência do vereador e de seu filho único, Thiago, que era casado e residia junto com o pai. De acordo com testemunhas, dois homens encapuzados, um com pistola e outro com revólver, invadiram a residência, arrombando a porta da cozinha e arrombaram também a porta do quarto de Thiago. Lá, ele foi executado com quatro tiros.

Uma disputa por terra pode ter sido a motivação do crime, familiares do vereador disseram que há disputas de terras na localidade devido a construção de um complexo turístico em área de preservação ambiental formada por pescadores.

Ismael foi eleito vereador para seu primeiro mandato nas eleições de 2016 com 1.443 votos (1,95% do total de votos válidos). Familiares contam que ele tinha a pretensão de virar prefeito de Maricá.

Antes de ser político, ele era corretor. Seu perfil no site da Câmara de Vereadores de Maricá diz que o mandato dele tinha o “objetivo de representar os interesses da população, contribuindo com o desenvolvimento de Maricá”.

Já Thiago era advogado e trabalhou na assessoria jurídica da prefeitura de 2017 até o ano passado. Ele era separado e deixa uma filha de 3 anos, que mora com a ex-mulher.

Em nota, a Prefeitura de Maricá disse “expressar sua indignação e revolta com esse lamentável episódio de violência na cidade”. 

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook