Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Muitos casais se viram obrigados a adiar o sonho de se casarem com o advento da pandemia de covid-19 em todo o mundo. Mas, com o avanço da vacinação, esse sonho tem se tornado realidade para muitos casais.

Foi o que aconteceu com o casal de zootecnistas Silvia e Douglas que adiou três vezes a festa de casamento durante a pandemia. Nesse período, Silvia ficou grávida da Clara, que nasceu em novembro de 2020. Mesmo com os adiamentos e as incertezas, o casal não deixou de realizar o sonho de subir ao altar e dizer o tão esperado “sim”.

A cerimônia de casamento do casal ocorreu no dia 23 de outubro, em Sinop (MT), onde o casal se conheceu na faculdade. O planejamento para a festa de casamento, iniciado em junho de 2019, começou depois de quase 10 anos de namoro. Mesmo com o avanço da vacinação muitos casais decidiram manter o protocolo de segurança contra a covid para que a tão sonhada festa pudesse ocorrer de forma segura.

Avanço na vacinação está tornando realidade o sonho do casamento – Foto; Divulgação

Para quem não fechou contrato antes da pandemia, no entanto, casar em 2021 ficou mais caro. De acordo com informações de empresas de eventos, em São Pulo, por exemplo, uma festa para 50 pessoas em 2020, com a opção de cardápio mais barata e locação do espaço custava R$ 23.650. Em 2021, o valor para um evento idêntico subiu para R$ 25.150. Já quem quiser deixar para 2022 uma festa no mesmo padrão vai desembolsar R$ 26.900. E neste orçamento não estão inclusos nem som, DJ e iluminação, que fica em torno de R$ 4 mil.

Casar durante a semana é uma opção para quem quer economizar, pois as locações e serviços costumam oferecer descontos entre segunda e quinta-feira.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook