Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Desde que chegaram à nova sede da Alerj ares que companham a mesma, já sabiam que teriam momentos importantes e para o deputado Wellington José, isso aconteceu bem antes do que ele imaginava.

Ainda no histórico Palácio Tiradentes, o deputado recorda-se das das discussões acerca do Regime de Recuperação Fiscal, onde uma das preocupações era o futuro do funcionalismo público.

Nessa semana, entre os dias 4 e 7 de outubro, Wellington José teve o prazer de somar esforços aos parlamentares que defenderam os interesses dos servidores MANTENDO os seus direitos adquiridos.

Sem dúvida, essa tratativa ficará na história do RJ e será um capítulo especial em minha trajetória política”, ressaltou o deputado.

Além disso, o parlamentar também acompanhou o desdobramento do primeiro julgamento do caso Henry Borel – que incentivou a lei 9296/21, de sua autoria, que cria a 1ª Patrulha Protetora das Crianças do país e dos Adolescentes visando que casos como esse não ocorram mais. Outra contribuição importante do parlamentar dada ao estado foram as coautorias no PL 4405/21 (que isenta de ICMS o botijão de gás, algo justo nesse momento ainda delicado da nossa economia) e no PL 4383/21 (que cria o quadro complementar dos servidores da área técnica da Polícia Penal no RJ).

Um outro PL de cunho também importante para a sociedade foi debatido nesta última semana na casa leis do estado do Rio de Janeiro, o 4559/21, que visa implantar um Centro Paralímpico no nosso estado.

Com Economia, respeito ao funcionalismo público e Esporte em pauta, sigo com a sensação de dever cumprido. Mas não encerrado, pois o trabalho segue a todo vapor! Ah! E a foto? A foto é para matar a saudade do antigo e saudoso plenário, afinal, hoje é dia de #TBT!

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook