Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, e o secretário de Governo, André Lazaroni, receberam no Palácio Guanabara, nesta segunda-feira (22/3), mais de 20 líderes comunitários para dialogar sobre as medidas restritivas que serão adotadas pelo estado como forma de combater o avanço do coronavírus. Durante a reunião, que durou cerca de três horas, foram discutidas formas de ação conjunta entre as comunidades e o Governo do Estado. Também foi criado um grupo de trabalho, que vai elaborar um plano de ação, a ser apresentado em reunião marcada para daqui a 20 dias.
Preocupado com o avanço da pandemia e consciente da necessidade de criar um ambiente econômico de manutenção de empregos, Cláudio Castro diz que a palavra de ordem no momento é equilíbrio.

A nossa palavra de ordem no Governo do Estado hoje é equilíbrio. Equilíbrio entre salvar a vida das pessoas e não gerar fome. A gente tem tentado se pautar sempre na questão da técnica – enfatiza Castro.

O governo reconhece a atuação desses líderes comunitários, que estão na linha de frente desde o início da pandemia, e convocou a reunião para envolver as lideranças na criação de uma comunicação mais efetiva nas favelas.

Estamos aqui para pedir o esforço de todos, nós já abrimos o diálogo com os setores produtivos, com o comércio do asfalto e o comércio da favela, e estamos abrindo diálogo com as comunidades também. É o momento de unir o Rio – comenta o secretário de Estado de Governo, André Lazaroni.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook