Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Grande época do esporte cujo valor se vez notório, inclusive com dos belos momentos, por exemplo proporcionado por Bernard com o saque Jornada nas Estrelas dos anos 80. Naquela época o então autor do saque, escolhido para perfilar na Calçada da Fama, em 2020, responsável pela valorização do esporte, não poderia imaginar que o VoleiBoll passaria a figurar no noticiário criminal, com escândalo de corrupção em 2021.

O Centro de Treinamento foi alvo da ação da Policia Federal averiguação de contratos ilícitos  e núcleo político. O esquema segundo órgão federal envolve R$ 52 milhões cujo alvo o ex- presidente da entidade Ary Graça Filho. Isso tudo transcorreu até 2014, foram criadas empresas de marketing esportivo que recebiam dinheiro da CBV por contratos que nunca foram cumpridos.

No esquema envolve nome ex-prefeito de Saquarema Antonio Peres Alves , e seus familiares. Segundo delegado irresponsável por investigar alega serem falsos não existia prestação de serviços. A verba então era partilhada. A casa onde reside Ary Graça foi alvo da ação do Ministério Público, apreendidos: US$ 20 mil e outros R$ 15 mil aproximadamente. O sr. Ary Graça está na Suiça e se disse surpreso com tudo. Bem essas investigações já ocorreram em 2014 e agora retornam.

Bem resta nos aguardar o desenrolar dos fatos.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook