Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Por Édson Corrêa

Circulou na Cidade do Aço semana passada, um “tal comunicado da Unimed”. Onde dizia que já não existiam mais leitos na rede privada de saúde. Porém a Unimed afirmou que “todas as informações são divulgadas em seus canais oficiais. Já nos seus canais oficiais, Unimed-VR informou a suspensão por 15 dias das cirurgias eletivas “que não envolvam risco ao cliente.

O Painel do Governo do Estado mostra que a taxa de ocupação em leitos de UTI era de 95% e 98% dos leitos de enfermaria. A semana que passou foi uma semana de debates sobre  medidas para conter propagação do coronavírus, o Estado e Municípios publicaram decretos e Volta Redonda vai seguindo com pouca intensidade em suas restrições.  As medidas Restritivas na Cidade do Aço estão voltadas às repartições Públicas, escolas, clubes, boates, Bares e restaurantes, o comércio está funcionando normalmente, com horário de 10h às 19h.

Como umadas  forma de endurecer nas  medidas de isolamento social para conter o avanço do Covid-19: a Câmara de Volta Redonda aprovou o projeto de Lei que altera o valor das multas previstas para quem descumprir as regras A multa, que era de R$592,98, passou para R$ 5.929,80.

Quando interditados, os estabelecimentos deverão ficar fechados por 15 dias, e em caso de reincidência, por 30 dias, podendo perder alvará de licença.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook