Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Monique Medeiros da Costa Silva, mãe do menino Henry, de 4 anos, morto brutalmente, acusada de ser conivente com a morte do menino, foi diagnosticada com covid 19 nesta segunda-feira, 19. A confirmação ocorreu após Monique fazer um exame de PCR no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, onde estava presa desde o dia 8 de abril.

Após o resultado, Monique foi transferida para o para Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, que confirmou a doença. Durante 14 dias, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), a detenta será tratada em uma cela de isolamento da unidade médica. No último dia 12, ela já havia dado entrada no Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho.

O inquérito da morte de Henry será concluída ainda essa semana pela Polícia Civil. A confirmação foi feita pelo delegado Antenor Lopes Martins Júnior. Já há indícios suficientes para, de cordo com investigadores, para a conclusão do inquérito do caso, independente de um novo depoimento da professora.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook